http://creativeillusions.tumblr.com/post/77196180517 ↘

creativeillusions:

Por algum motivo as coisas não deram certo. Sua vida seguiu por um caminho e a dele dobrou duas quadras mais para a frente. Você fica se perguntando o que aconteceu, o que deu errado, por que vai ter que enfiar todos os planos dentro da nécessaire, fechar e ficar um tempão sem abrir novamente.

A gente passa por diversas fases. Sentimos raiva, sentimos dor, sentimos revolta, sentimos desprezo, sentimos saudade, sentimos amor, sentimos medo de nunca mais esquecer, sentimos medo de gostar de novo, sentimos vergonha e receio em repetir os mesmos erros bobos.

Clarissa Corrêa.

4 months ago with 1 note
Adiar um sonho não é a melhor coisa do mundo, mas também não é a pior. Tudo depende da forma que encaramos as situações que se apresentam em nossas vidas. Talvez o adiamento seja por uma boa causa, para que quando o sonho se realize estejamos realmente preparados para recebê-lo. Não basta sonhar e arregaçar as mangas para ir em busca do que queremos. É preciso nos prepararmos para receber nossas graças. Só assim conseguiremos aproveitar cada segundo.

— Clarissa Corrêa. (via se-precisar)

5 months ago with 5 notes

Charles Bukowski, in Amor é tudo que nós dissemos que não era
5 months ago with 29,550 notes
Que a gente tenha mais vontade e menos preguiça. Mais coragem e menos medo. Mais alegria e menos lágrimas. Mais abraços e menos vazio. Mais sorrisos e menos cara amarrada. Mais leveza e menos reclamações. Mais saúde e menos doença. Mais colo e menos solidão. Mais mãos dadas e menos braços vazios. Mais conhecimento e menos cabeça fechada. Mais trabalho e menos corpo mole. Mais mudança e menos mais do mesmo. Mais acertos e menos erros. Mais entendimento e menos julgamento. Mais acolhimento e menos frustração. Mais perdão e menos picuinha. Mais elogio e menos fofoca. Mais reforço positivo e menos crítica negativa. Mais respeito e menos grosseria. Mais educação e menos palavrão. Mais caridade e menos olhares para o próprio umbigo. Mais olho no olho e menos palavras que nada valem. Mais tolerância e menos rebeldia. Mais cuidado e menos egoísmo. Mais doçura e menos grito. Mais esperança e menos desilusão. Mais fé e menos incertezas. Mais resposta e menos interrogação. Mais amor e menos gente que não sabe o que isso significa.

— Clarissa Corrêa. (via momentos-so-meus)

7 months ago with 988 notes
Sempre gostei de comemorar a virada do ano, é simbólico eu sei, mas significa um recomeço. E não tem nada melhor que recomeçar acreditando que tudo é possível.

— Clarissa Corrêa  (via apenas-trechos)

8 months ago with 62 notes
8 months ago with 39 notes
Eu não tenho mais tempo para ser aquela pessoa certa na tua hora errada.

Marla de Queiroz (via suspirandopoesia)

8 months ago with 27 notes

8 months ago with 1,505 notes
Daqui a pouco o ano termina. Com a ida dele, chega a expectativa. O desejo de fazer diferente, a vontade de modificar o que não está legal, a ânsia de crescer e abraçar todos os planos do mundo. Finais de ano servem de balanço, de balança. A gente vai e vem, o pensamento viaja, o coração faz retrospectiva, a memória guarda o que foi bom e tenta passar a perna na parte amarga.

— Clarissa Correa (via amar-e-olhar-pra-frente)

8 months ago with 7 notes
8 months ago with 430 notes
8 months ago with 121,381 notes
Começou um novo tempo, pelo menos pra mim. Uma nova chance de fazer direito, por mais errado que pareça. Porque os olhos dos outros sempre enxergam diferente do que a gente sente. E tudo bem. Ninguém é obrigado a nos conhecer por dentro. Além disso, tem o que a gente é, a imagem que a gente passa e o que os outros concluem dela.

Clarissa Corrêa. (via latibulario)

8 months ago with 1 note
"Saudade é amar um passado que nos machuca no presente. É uma felicidade retardada (…) A saudade só não mata porque tem o prazer da tortura".

Gabito Nunes. (via ga-bi-to)

8 months ago with 4,941 notes
Não há mal que perdure quando o bem mora dentro da gente.

Vanessa Leonardi. (via refugionatempestade)

9 months ago with 32 notes
9 months ago with 266 notes
»